Jimmu

JIMMU , o primeiro imperador do Japão, descendente directo de Amaterasu, a divindade suprema, e geralmente considerado como o antepassado do actual imperador japonês. A descendência de Amaterasu, Ame no Oshiho-mimi, gerou Ho no Ninigi, que desceu do céu para a terra. Sua descendência, Hiko-hohodemi, gerou Ugaya-fukiaezu, cuja descendência foi Jimmu.

Jimmu é um nome de estilo chinês dado a este imperador muito mais tarde; seu nome original era Kamu-yamato-iwarehiko. Kamu significa “divino”, e Yamato é o nome da localização da antiga capital. A porção semanticamente significativa deste nome é iwarehiko. Iwa significa “rocha”, e são significa “a emergir”. Como hiko significa “uma pessoa respeitável”, o nome original de Jimmu, Iwarehiko, sugere “uma pessoa respeitável que emergiu (ou nasceu) de uma rocha”

De acordo com as primeiras crônicas, Jimmu nasceu na província de Himuka, na ilha de Kyushu, no oeste do Japão. Ele liderou uma expedição de sucesso para conquistar o leste e ascendeu ao trono em Yamato em 660 bce. Os historiadores, no entanto, rejeitam esta data porque naquela época os japoneses ainda viviam em comunidades tribais dispersas. Foi somente no segundo século ce que uma organização política unificada emergiu no Japão ocidental. Embora a data de 660 bce não seja aceitável, a descrição da expedição Jimmu a Yamato é vívida e realista. É improvável que a própria história tenha sido fabricada em dias posteriores para glorificar o antepassado imperial. Supõe-se que o exército liderado por Jimmu entrou na Yamato no início do segundo século Ce e que Jimmu desempenhou um papel importante no estabelecimento do estado Yamato.

Veja Também

Amaterasu Ōmikami; Religiões Japonesas, artigo sobre O Estudo dos Mitos.

Bibliografia

Aston, W. G., trans. Nihongi: Chronicles of Japan from the Earliest Times to a.d. 697 (1896). Reimpressão, 2 vols. em 1, Tóquio, 1972.

Chamberlain, Basil Hall, trans. Kojiki: Registros de Assuntos Antigos (1882). 2d ed. Com anotações de W. G. Aston. Tokyo, 1932; reimpressão, Rutland, Vt., e Tokyo, 1982.

Kakubayashi, Fumio. Nihonshoki Kamiyo-no-maki zenchushaku. Tóquio, 1999.

Philippi, Donald L., trans. Kojiki. Princeton, 1969.

Kakubayashi Fumio (1987 e 2005)

Deixe um comentário