Fitness Blender

Flexibilidade é a ferramenta de treino mais importante que pode usar para melhorar o seu Golf Swing. A seguir, mas apenas por pouco, é o treino de equilíbrio.
Treino de força é normalmente a primeira coisa em que as pessoas pensam para melhorar o seu swing, mas sem flexibilidade não terá o alcance de movimento para implementar correctamente qualquer ganho de força que obtenha com essa força adicional. Além disso, se você não tiver um bom equilíbrio, que é basicamente controle através dos seus tornozelos, quadris e torso, então você tem uma postura instável, o que o impede de usar 100% do seu poder de swing e destrói a sua precisão.
Esta parte do Fitness Blender’s Golf Exercise Program estará cobrindo trechos de golfe, a fim de ajudá-lo a construir o controle sobre o seu swing, bem como desbloquear o poder que você já tem. Se você está seriamente empenhado em melhorar o seu swing de golfe, veja também o Exercício de Treino de Força para Golfistas.
Routina de Alongamento de Golfe
Perna de Perna com Costas Planas
Descrição: De pé com os ombros afastados ou mais próximos, mantenha as costas perfeitamente planas e incline-se para o chão o mais longe possível.
Porquê fazê-lo: Aumenta o alcance de movimento através dos tendões do joelho, permitindo aos quadris inclinarem-se para a frente mais facilmente para alcançar uma posição de golfe adequada.
Programa: Duas repetições, mantendo cada uma por 30-60 segundos.
Torso Twist Against Wall
Descrição: Levante-se de frente para longe de uma parede e vire-se para a esquerda, colocando a mão direita na parede e empurrando o seu tronco. Depois de segurar o trecho, repita girando para a direita.
Porquê fazer isso: Aumenta o alcance do movimento em torno do tronco, permitindo mais rotação no wind-up e seguimento do swing do golfe.
Programa: Mantenha por 30-60 segundos em cada direcção, duas vezes.
Esticar o ombro contra a parede
Descrição: Coloque as mãos ao nível dos olhos numa parede, depois dobre-se nas ancas, empurrando o peito e a cabeça para baixo em direcção à base da parede.
Porquê fazer isso: Este alongamento de golfe aumenta o alcance do movimento na articulação do ombro, fazendo com que haja menos restrição durante o movimento de swing.
Programa: Faça duas repetições, alternando qual pé está liderando cada vez, mantendo cada alongamento por pelo menos 30 segundos.
Esticar o peito contra a parede.
Descrição: De pé perpendicular à parede, pressione a mão mais próxima da parede na altura do ombro; com os dedos voltados para trás. Use pequenos passos para afastar o peito da parede até que o alongamento seja sentido através do peito e do braço.
Porquê fazer isso: Aumenta o alcance de movimento da articulação do ombro, melhorando o alcance de movimento através do swing de golfe.
Programa: Repetir duas vezes de cada lado do corpo, mantendo o alongamento por 30 a 60 segundos.
Esticar a barriga contra a parede
Descrição: Colocar o dedo de um pé na parede, empurrar o calcanhar para o chão com o outro pé ligeiramente atrás de si. Empurre-se para a frente na parede até sentir o alongamento de uma panturrilha.
Porquê fazer isso: Este exercício de golfe dá-lhe mais amplitude de movimento através do tornozelo, o que melhora o equilíbrio e a posição do swing do golfe.
Programa: Faça 2 repetições em cada perna, com uma espera de pelo menos 30 segundos.
Ajoelhamento do tornozelo
Descrição: Ajoelhe-se num tapete, empurre os quadris para a frente, e desça em direcção ao tapete até sentir um alongamento através da frente da perna com o joelho no tapete.
Porquê fazer isso: Aumenta a flexibilidade na frente da anca, permitindo um seguimento mais completo com um swing de golfe.
Programa: Repetir duas vezes em cada perna, segurando por 30-60 segundos.
Tree Way Toeted Toe Touch with Back Stretch
Descrição: Posição Um: Sentado num tapete com as ancas viradas para a frente, estender a perna esquerda para fora da anca do lado esquerdo, e depois chegar ao pé com a mão esquerda, mantendo o peito perpendicular ao chão. Posição Dois: Com as ancas ainda viradas para a frente, estender a perna esquerda directamente em frente da articulação da anca e alcançar o pé esquerdo com ambas as mãos enquanto arredonda para trás e enfia a cabeça no peito. Posição Três: Na mesma posição inicial, estenda a perna esquerda para descansar na linha externa da anca direita. Dobre o joelho direito até cerca de 90° e cruze-o sobre a parte superior da perna estendida. Use a mão direita para alcançar o chão entre os dois pés, puxando o queixo em direcção ao peito e arredondando as costas de modo a criar um alongamento tanto no tendão do joelho como na parte inferior das costas.
Porquê fazê-lo: Melhora a flexibilidade através do tronco e da parte inferior das costas, bem como dos tendões dos braços (que podem facilmente apertar e causar lesões ou inibir o desempenho), permitindo um maior alcance do balanço.
Programa: Faça as três posições duas vezes, mantendo por um mínimo de 30 segundos uma peça.

Deixe um comentário