Alfabetização da Informação na Oficina Principal da Faculdade

O FRAMES

AUTORIDADE É CONSTRUTUADA E CONTEXTABILIDADE

Recursos de informação refletem a experiência e credibilidade de seus criadores, e são avaliados com base na necessidade de informação e no contexto em que a informação será utilizada. A autoridade é construída na medida em que várias comunidades podem reconhecer diferentes tipos de autoridade. É contextual na medida em que a necessidade de informação pode ajudar a determinar o nível de autoridade necessária.

CRIação de informação como um processo

Informação em qualquer formato é produzida para transmitir uma mensagem e é compartilhada através de um método de entrega selecionado. Os processos iterativos de pesquisa, criação, revisão e disseminação de informação variam, e o produto resultante reflete essas diferenças.

INFORMAÇÃO TEM VALOR

A informação possui várias dimensões de valor, inclusive como mercadoria, como meio de educação, como meio de influenciar, e como meio de negociar e compreender o mundo. Interesses legais e socioeconômicos influenciam a produção e disseminação da informação.

Investigar como pesquisa

Investigar é iterativo e depende de fazer perguntas cada vez mais complexas ou novas cujas respostas, por sua vez, desenvolvem perguntas ou linhas de pesquisa adicionais em qualquer campo.

>

A INVESTIGAÇÃO COMO CONVERSÃO

Comunidades de estudiosos, pesquisadores ou profissionais engajam-se em um discurso sustentado com novas percepções e descobertas que ocorrem ao longo do tempo, como resultado de perspectivas e interpretações variadas.

A PESQUISA COMO EXPLORAÇÃO ESTRATÉGICA

A procura de informação é frequentemente não linear e iterativa, exigindo a avaliação de uma gama de fontes de informação e a flexibilidade mental para prosseguir caminhos alternativos à medida que se desenvolve uma nova compreensão.

As PERGUNTAS QUE LEVANTAM A APRENDER
  • Posso os alunos definir diferentes tipos de autoridade?
  • Os alunos estão desenvolvendo uma mente aberta quando encontram perspectivas variadas e às vezes conflitantes?
  • Posso os alunos articular as capacidades e restrições da informação desenvolvida através de vários processos de criação?
  • Os alunos compreendem que diferentes métodos de disseminação de informações com diferentes propósitos estão disponíveis para seu uso?
  • Os alunos dão crédito às idéias originais dos outros através da atribuição e citação adequadas?
  • Os alunos respeitam as idéias originais dos outros?
  • Os alunos podem determinar um escopo apropriado de investigação?
  • Os alunos consideram a pesquisa como uma exploração e engajamento abertos com informações?
  • Os alunos podem contribuir para a conversação acadêmica em um nível apropriado?
  • Os alunos se vêem como contribuintes para a bolsa de estudos ao invés de apenas consumidores?
  • Os alunos podem utilizar adequadamente o pensamento divergente e convergente ao pesquisar?
  • Os alunos compreendem que as primeiras tentativas de pesquisa nem sempre produzem resultados adequados?

Para o Quadro completo, ver http://www.ala.org/acrl/standards/ilframework.

Deixe um comentário