É assim que são as 5 raças de cães mais agressivas

Independentemente da aparência, há certos cães que são considerados agressivos e por vezes resultam em ferimentos ou morte.

Na Espanha, o Real Decreto 287/2002 de 22 de Março de 2002, que implementa a Lei 50/1999, regula quais as raças de cães “potencialmente perigosas”,

As seguintes raças são consideradas cães potencialmente agressivos, de acordo com o documento europeu:

Pit bull terrier

O pit bull foi criado nos EUA no início do século XX, e é um cruzamento entre bulldogs e terriers. O objetivo era criar uma raça que combinasse a bravura dos terráqueos com o atletismo dos bulldogs para competir em “bull-baiting”, uma atividade que consistia em cercar um cão e um touro num poço para lutar até a morte, segundo o site La Vanguardia.

Publicidade

O carácter desta raça de cão depende de como tem sido cuidada e de como tem crescido na sociedade.

O cão pit bull não tem um comportamento definido, a educação e treino que recebe irá influenciar totalmente a sua fase adulta quer tenha um temperamento amigável, reservado ou reactivo.

O Ohio State University College of Medicine and Wexner Medical Center realizou um estudo com o objectivo de detectar as raças de cães e os traços físicos que estes caninos têm e que estão em maior risco de atacar e causar lesões graves a crianças.

De acordo com a análise dos resultados do estudo, os pit bulls são os mais propensos a morder.

Assim, se você estiver pensando em compartilhar sua casa com um pit bull, especialistas recomendam evitar interações beligerantes ou arriscadas com o animal, já que as crianças imitam o comportamento dos adultos e isso pode representar uma ameaça.

Staffordshire bull terrier

O Staffordshire bull terrier é um cão activo e enérgico. É também um cão de tamanho médio, de pêlo curto e muito musculoso. Embora seja um cão robusto com grande força pelo seu tamanho, é também um cão ágil e activo, por isso é necessário exercício diário.

American Staffordshire terrier

O portal mundoanimalia descreve esta raça como uma raça poderosa e complexa. O que esta raça tem para oferecer depende do proprietário.

Publicidade

As suas capacidades não conhecem limites: força insuperável, desejo ilimitado de agradar, um animal ideal para a actividade e trabalho. No entanto este cão, totalmente treinado e educado, é um companheiro maravilhoso, um animal afável com a família e amigos e tem acrescido capacidade como guardião.

Embora o Staffordshire Terrier americano raramente provoque uma luta, pois tem sangue terrier terá o instinto de responder ao desafio de outros cães. Isto pode tornar-se um problema se o animal não for devidamente treinado para abandonar este tipo de comportamento, conhecido como bravata, a publicação explica.

Rottweiler

Esta raça é usada como cães de guarda ou de polícia. De acordo com a legislação espanhola, esta raça é potencialmente perigosa por ter uma aparência assustadora devido ao seu corpo esguio e forte, bem como ao seu temperamento sério e alta liderança.

Uma mordida de rottweiler supera a de um pit bull. Entretanto, seu comportamento depende em grande parte de como tem sido tratado.

Dogo Argentino

O Dogo Argentino faz parte desta pequena lista. Este animal tem a capacidade física de atacar grandes presas, como um puma ou um javali. A sua aparência é assustadora e tem um temperamento forte. No entanto, com a socialização precoce, será um animal de estimação que irá proteger as crianças sem hesitação. (I)

Deixe um comentário